Projeto Origami – dobrando as dores do cárcere.

Por meio de uma moção de votos de aplausos, o Mandato Bote Fé irá requerer à Alepa, na próxima terça-feira (8), reconhecimento à unidade penal de Redenção pelo projeto social Origami, uma iniciativa coordenada pelo companheiro Carlos Costa, psicólogo, que vem tornando o ambiente do cárcere mais humanizado.

O projeto Origami já é referência no Pará e propõe elevar habilidades sociais e desenvolvimento pessoal por meio de atividades artísticas e se propõe a contribuir com a ressocialização de apenados.

Trata-se de um projeto inovador no estado, que já está fazendo um papel importante para termos uma sociedade de fato inclusiva e um sistema penal transformador.

Nosso reconhecimento será, especialmente, ao secretário de administração penitenciária, Jarbas Vasconcelos, ao diretor e ao psicólogo da unidade, Alécio Janunes e Carlos Costa, respectivamente.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.